Enquanto 121 trabalhadores foram demitidos do serviço do Rápido na última sexta feira, o site Portal 6 preferiu noticiar a perseguição política do paranoico Roberto Naves. 

Segundo o site, não foram demitidos trabalhadores, pais ou mães de família que atuavam nos serviços do Rápido, mas apenas “petistas” como se todos ali fossem filiados a um partido político. E pior; que isto justificaria a demissão. 

Pagos para agradar e elogiar o (des)governo Naves, o Portal 6 esconde críticas, evita noticiar manifestações (não falou nada da TSU duplicada) e revela a face mais amadora e nefasta da gestão atual: perseguir adversários como se fossem inimigos numa guerra campal.  

Anúncios